Log-in:
(?)
> > > Hiperemese Gravídica ou Excesso de Enjoo na Gravidez

Hiperemese Gravídica ou Excesso de Enjoo na Gravidez

Sua Avaliação: (?)
5
Votos: 1
Pontos: 5

Conheça as causas da doença e qual a diferença entre a HG e o enjoo comum

Saiba o que é a Hiperemese Gravídica (HG), doença que causa excesso de enjoos na gravidez e que já levou a princesa Kate Middleton para o hospital e até a perda do bebê da cantora Ivete Sangalo

Muitas mulheres que engravidam sofrem com enjoos e tonturas nas primeiras semanas da gravidez. Mas quando esses desconfortos surgem com muita intensidade, manifestando-se diversas vezes ao dia e prejudicando a alimentação da gestante, é bom procurar um médico, pode ser sinal de Hiperemese Gravídica, ou HG! Foi o que levou a princesa Kate Middleton, mulher do príncipe William da Inglaterra, a ser internada no início de sua gravidez.

A Hiperemese (hiper: muito; emese: vômito), em geral, não apresenta maiores complicações e desaparece por volta do começo do 4º mês da gravidez. Mas, se não for tratada corretamente, essa doença pode afetar a saúde da mãe e do bebê e, em casos mais graves (e raros), provocar até a perda do bebê, como ocorreu com a cantora Ivete Sangalo em 2008.

Acompanhamento médico na gravidez

Como saber se estou com Hiperemese Gravídica?

Somente um médico poderá obter um diagnóstico preciso. Inicialmente será preciso fazer exames para identificar a condição, descartando outros fatores que causam os mesmos sintomas, como infecção urinária, apendicite etc. Em algumas populações femininas, a ocorrência de náuseas e vômitos no início da gravidez chega a atingir mais da metade das mulheres. Só é considerada HG quando os sintomas não respondem a tratamentos simples e causam danos à nutrição e ao metabolismo da futura mãe a ponto de provocar perda de peso nela e riscos para o bebê.

Causas da HG

Não existe uma causa específica da HG e sim uma série de fatores identificados que podem se manifestar na mulher grávida, isoladamente ou em conjunto, como:

  • Componentes afetivos, psicossociais ou psicossomáticos;
  • Insuficiência da glândula adrenal;
  • Alterações hormonais nos níveis de estrógeno, progesterona ou gonadotrofina coriônica;
  • Relaxamento da musculatura lisa do estômago;
  • Alterações imunológicas;

Tratamento da HG

Em caso dos sintomas típicos da HG a mulher deve procurar imediatamente orientação médica, com o profissional responsável por seu pré-natal. Em casos mais severos, a HG requer internação, como foi o caso da princesa Kate. Poderão ser prescritos repouso absoluto (inclusive com sedação leve) e dieta zero nos primeiros dias ou enquanto persistirem os vômitos, além de hidratação abundante, glicose, vitaminas, ferro, ácido fólico e antieméticos. Normalmente a recuperação com ganho de peso se dá em torno de 5 a 10 dias de internação.

Enjoos no início da gravidez costumam ser mais frequentes entre mulheres ocidentais que entre asiáticas ou africanas, em especial, na primeira gravidez ou em gestações não planejadas. Gravidez não é doença, mas requer cuidados especiais, por isso, evitar automedicação e procurar o acompanhamento de um médico durante o período é primordial para assegurar a saúde da criança e da mamãe.

Guia de Casamento

© Todos os direitos reservados

Compartilhar:
Multicotação
Publicidade


Compartilhe: