5 Motivos que Fazem do Casamento uma Boa Fonte de Crescimento Pessoal

Em geral, quando resolvem se casar, os noivos pensam apenas em viver uma história de amor, realizar o sonho de dividir a vida com a pessoa mais importante de suas vidas e construir uma família. Mas as pesquisas científicas têm mostrado que o casamento também pode ser uma boa maneira de se obter crescimento pessoal, em vários aspectos da vida, desde psicológicos até financeiros.

Casamento e crescimento pessoal

1. Saúde Mental

Uma pesquisa da Universidade de La Trobe, na Austrália, revelou que o casamento melhora a saúde mental das pessoas. Segundo o estudo do psicólogo David de Vaus, somente cerca de 13% de homens e mulheres casados sofrem de estresse.

2. Saindo da Zona de Conforto

Para se casar, os noivos precisam abrir mão das comodidades de se viver com os pais, ou sozinhos, para morar com o parceiro. Sair dessa “zona de conforto” força a pessoa a um amadurecimento. Segundo a psicóloga Marina Simas de Lima, terapeuta de casal e família, esse passo “ajuda a desenvolver a autonomia, a independência que será útil em todos os aspectos da vida, não só dentro do casamento”

3. Uma nova forma de ver o mundo

Com a união, o casal terá que conciliar seus valores pessoais e experiências para criar novas formas de encarar os problemas que surgirão na vida a dois. Será preciso conversar, apresentar sugestões, ouvir o outro e negociar até chegar a um acordo. Isso tudo traz uma maneira diferente de ver a vida e promove uma nova identidade para os dois. Uma mudança que pode se tornar ainda mais notável com a chegada dos filhos.

4. Enfrentando Novos Desafios a Dois

Ter objetivos e projetos em comum também ajuda no crescimento pessoal, como uma casa, um negócio próprio, uma viagem, filhos, etc. Além da colaboração no planejamento e definição de metas, em casal, os planos tendem a avançar mais, já que há uma espécie de “fiscalização” recíproca. Na medida certa, essa cobrança é fator importante na luta contra nossa tendência natural à procrastinação.

5. Na Saúde e na Doença…

O apoio mútuo também é importante quando surgem os “reveses da vida”, como doenças, desemprego ou perda de entes queridos. Ter alguém próximo nesses momentos é sempre um fator importante para o enfrentamento, a superação e aumento da resiliência. Além disso, segundo a Dra. Kathleen King, da Universidade de Rochester (EUA) “Cônjuges compreensivos são mais propensos a incentivar comportamentos saudáveis, como aumentar os exercícios ou parar de fumar” o que pode tornar os dois mais preparados para encarar os desafios.

Sim, o amor é importante! Mas o casamento não se trata somente de realização afetiva. Diante do entendimento de que a felicidade pode ser um estado emocional multifacetado, dividir a vida com quem se ama em um relacionamento duradouro também pode promover a evolução e o crescimento pessoal dos dois, sob diversos aspectos, de forma consistente e perene.

Marcelo Martins

Web designer e redator

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *