7 Maneiras de Economizar na Organização do seu Casamento

Você esperou pelo grande dia de sua vida, mas descobriu que ter o casamento dos sonhos custa caro? Calma, não é preciso desistir de se casar: você só precisa dizer “Sim” para o planejamento e para a economia. Afinal, é muito difícil dar uma passo tão importante na vida sem se preparar com antecedência e, claro, economizar.

No Brasil, eventos como casamentos são notadamente caros. Felizmente, existem maneiras de reduzir os custos, principalmente quando você e seu par se planejam para a ocasião e, de preferência, com pelo menos um ano de antecedência.

Descubra como é possível ter um casamento como você sempre quis, sem gastar muito dinheiro e garantindo lembranças maravilhosas que vão durar para sempre:

Como economizar no Casamento

Escolha uma data pouco concorrida

Datas muito concorridas são mais caras para se casar, além de dificultar a reserva do local, do buffet, do celebrante e assim por diante.

Uma boa alternativa é evitar os fins de semana, principalmente à noite, as vésperas de feriado e o mês de maio, que é o mês das noivas. Procure realizar o seu casamento em uma terça-feira à noite, por exemplo, ou em um domingo pela manhã, ou no mês de agosto.

Ao pesquisar essas opções, você vai descobrir que muitos fornecedores conseguem oferecer um desconto na hora de fechar o negócio, pois essas reservas normalmente são pouco procuradas pelos casais.

Reduza sua lista de convidados

É claro que você deseja compartilhar o momento mais importante da sua vida com todos os seus familiares, amigos, colegas do trabalho, vizinhos, colegas da faculdade, amigos de infância e outros. Porém, isso tem um custo, e é bem alto!

Prefira convidar poucos e bons convidados para fazer um mini wedding, ou seja, um casamento íntimo mais econômico, moderno e para até 150 pessoas.

Pense com carinho na sua lista de convidados e inclua somente pessoas com quem o casal tem intimidade e tem acompanhado a evolução desse relacionamento. Talvez algumas pessoas importantes tenham de ser deixadas de lado para economizar um pouco mais.

Peça ajuda para os convidados

A parte mais especial de realizar um casamento mais reservado é usar a intimidade que você tem com os convidados a favor desse momento de sua vida.

Você tem um amigo DJ? Peça para ele montar e comandar a playlist da sua festa. Sua avó prepara um bolo delicioso? Ela vai adorar prepará-lo para o seu grande dia. O seu primo acabou de fazer um curso de fotografia? Ofereça-se para ser modelo por um dia.

Além de tornar o seu casamento ainda mais significativo, as contribuições dos seus convidados ajudarão você a economizar um bom dinheiro. Apenas cuidado para que a economia não comprometa a qualidade de alguns serviços essenciais no Grande Dia, como foto e filmagem e buffet!

Fuja da alta temporada na lua de mel

Seja para um destino nacional ou internacional, sempre evite viajar quando for alta temporada, pois é quando as passagens, a estadia e os passeios ficam mais caros.

O ideal é pesquisar muito bem o local para o qual você e seu par pretendem viajar e ser flexível com o destino. Dependendo do custo e do seu sonho, talvez você possa explorar uma nova cidade ou postergar um pouco mais a lua de mel.

Além disso, faça as reservas com antecedência, pois essa é sempre uma forma inteligente e certeira de economizar nas viagens.

Não gaste demais no vestido de noiva

Colocar um vestido deslumbrante é o sonho de muitas noivas, mas, para se sentir linda e estilosa no grande dia, você não precisa gastar tanto dinheiro, realizando o primeiro aluguel do vestido ou fazendo uma compra de um estilista famoso, por exemplo.

Se você tiver pouco espaço para guardar e não pretender usar o vestido novamente, o ideal é realizar o aluguel da peça, e fugir da primeira vez. Experimente vestidos que já foram usados por outras noivas e que possam ser ajustados para ficar perfeitos no seu corpo, pois isso irá reduzir o valor do aluguel.

Outra opção é comprar um vestido de segunda mão em bom estado em brechós ou em sites de compra e venda de usados na internet. Depois de casar, você pode reformar ou tingir a peça para aproveitá-la em outras ocasiões ou mesmo revende-la.

Use itens sazonais

Tanto para a decoração quanto para os comes e bebes, prefira usar flores, alimentos e bebidas acessíveis no período que será realizado o seu casamento. Isso irá baratear os custos com esses elementos.

Por exemplo, se você for casar no mês de agosto, que tal rechear o bolo com morangos ao invés de frutas tropicais? Usar alimentos sazonais deixará os pratos servidos muito mais frescos e deliciosos.

Já para as flores que serão usadas no buquê e na decoração, use aquelas que são sempre acessíveis ou as que estejam florescendo. Isso também vai garantir que o visual ficará muito mais bonito no grande dia.

Economize desde já

Se você está em um relacionamento duradouro e pensa em se casar no futuro, ou se mesmo antes de se comprometer com outra pessoa já tem o casamento como um sonho a ser realizado, abra um plano de previdência privada para ser usado no médio prazo.

Por exemplo, se você economizar R$ 400 por mês durante sete anos – o tempo médio que um casal leva entre o namoro e o casamento –, você terá mais de R$ 40 mil acumulado para planejar o seu casamento.

Esse valor é o suficiente para organizar um evento simples, mas, mesmo assim, inesquecível. Caso você esteja pensando em algo grandioso, o dinheiro será uma boa ajuda para quitar as dívidas.

Abrir o seu plano de previdência é fácil e rápido e vai ajudar você a dizer o tão esperado “sim” como sempre sonhou.  Além disso, existem outras formas de economizar para realizar seu sonho, como poupança, fundos de investimento etc. O importante é conhecer bem o banco, seguradora ou financeira responsável. Converse com seu gerente.

Tainá Fantin
Com complementos do Guia de Casamento

Marcelo Martins

Web designer e redator

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *