Padre Cobra Multa por Atraso em Casamento

O padre da Catedral Nossa Senhora de Lourdes, em Apucarana (PR), resolveu adotar uma medida radical para acabar com os atrasos das noivas na hora do casamento: passará a cobrar multa de R$ 500,00. O monsenhor Roberto Carrara (71) afirma que, em princípio, é contrário à cobrança, mas se sente “forçado pela situação”, pois os atrasos não incomodam só os religiosos, mas também os convidados.

Mons. Carrara e a Catedral N. Sra. de Lourdes | Foto montagemMesmo reduzindo o tempo das cerimônias atrasadas, o padre não conseguiu conter os atrasos. Agora, ele pretende pedir que, ao marcarem o casamento, os noivos deixem um cheque caução no valor da multa. Se os noivos não atrasarem, o cheque será devolvido, caso contrário, o valor irá para a conta da igreja e será usado também para pagar hora extra dos funcionários.

A medida é motivo de polêmica entre os noivos, mas recebeu o apoio da comunidade. Monsenhor Carrara afirma que foi “aplaudido em pé” quando anunciou a resolução aos fiéis da igreja. "No curso de noivos já tocamos nesse assunto", informa. "O matrimônio na igreja não é um ato social, não é um desfile, mas um ato religioso. Não estamos ali assistindo ao casamento, mas participando".

Apucarana, conhecida como a “Capital do Boné”, fica no norte do Paraná, a 369 quilômetros da capital Curitiba e tem aproximadamente 121 mil habitantes (IBGE 2010). O município conta com 14 paróquias católicas. Na Catedral Nossa Senhora de Lourdes, localizada na praça Rui Barbosa, são realizados cerca de seis casamentos por mês.

Com informações do portal G1, Jornal Hoje e Wikipedia.

Clique aqui e veja algumas dicas para a noiva, inclusive sobre o tradicional atraso da cerimônia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *