Príncipe Guilherme de Luxemburgo Casa-se com Condessa Stéphanie

O príncipe herdeiro de Luxemburgo Guilherme (30) oficializou hoje (19/10/2012) sua união com Stéphanie de Lannoy (28). O Casamento civil ocorreu nesta manhã na prefeitura da capital e foi oficializado pelo prefeito Xavier Betel. Já o Casamento religioso será realizado sábado, 20, às 6h (horário de Brasília) na Catedral de Nôtre-Drame de Luxemburgo.

Stéphanie de Lannoy e Príncipe Guilherme | Foto: reproduçãoGuillaume Jean Joseph Marie nasceu em 11 de novembro de 1981. Ele é o mais velho de 5 irmãos e filho do Grande Duque Enrique I e da Grã-Duquesa Maria Teresa de Luxemburgo. Guilherme (na tradução) sustenta os títulos de Príncipe de Nassau e Bourbon de Parma. Educado na Suíça, é formado em Ciências Políticas na França e no Reino Unido e era o último príncipe herdeiro solteiro da europa. Outros príncipes solteiros, como Harry, da Inglaterra, não são primeiros na linha sucessória de seus países.

Stéphanie de Lannoy é uma condessa belga, pertencente a uma das famílias aristocráticas mais antigas da Bélgica. É formada em Filologia Germânica pela Universidade de Louvain, fala francês e alemão, os idiomas do Grande Ducado, além de inglês e russo.

Guilherme e Stéphanie já se conheciam há anos, mas em 2009 após um reencontro é que se apaixonaram, e em 2011 anunciaram o noivado. Com o casamento civil, Stéphanie se naturalizou luxemburguesa, uma decisão para a qual o Parlamento nacional teve que dar autorização. “Estou orgulhosa de adotar a nacionalidade do meu marido. Luxemburgo é meu país de coração, a Bélgica o da minha infância”, declarou a princesa.

Stéphanie de Lannoy e Príncipe Guilherme | Foto: reproduçãoO Grão-Ducado do Luxemburgo é um pequeno país (2 586 km²) situado na Europa Ocidental, limitado pela Bélgica, França e Alemanha, cuja capital também se chama Luxemburgo. É uma democracia representativa parlamentar. O único com um grão-duque como monarca constitucional. Embora seja um Estado laico, a religião predominante no país é o Catolicismo.

Na cerimônia religiosa estão confirmadas as presenças de chefes de Estado e herdeiros das famílias reais da Holanda, Suécia, Dinamarca, Espanha, Bélgica, Mônaco, Bulgária, Romênia, Jordânia e Japão. Felipe e Letizia, príncipes das Astúrias, representarão a família real espanhola. A cerimônia custará em torno de 350 mil euros (quase 1 milhão de reais).

Todos os 510 mil luxemburgueses (censo de 2011) foram convidados para acompanhar o casamento através de uma tela gigante instalada para a ocasião, na praça Guilherme II da capital. Após o casamento, os noivos viverão entre o palácio de Colmar-Berg, a residência oficial dos grão-duques, e a capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *